Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/12/19 às 16h27 - Atualizado em 2/12/19 às 16h27

Ações da Funap inserem mais de 200 presos no mercado de trabalho

Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

 

A Fundação do Amparo ao Trabalhador Preso (Funap), órgão vinculado à Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), quer incluir mil detentos no mercado de trabalho dentro do sistema prisional  até o final do ano de 2020. Várias ações, como a articulação com empresas para destinar oficinas de trabalho nos presídios garantiram ocupação para cerca de 200 presos neste ano.

 

A informação é da diretora executiva da Funap, Deuselita Martins, que vem trabalhando para que os espaços ociosos nos presídios sejam ocupados. “O empresário vem, conhece os espaços e fala em qual deles tem interesse. Daí a gente fecha uma proposta para fazer a ocupação”, explica a diretora, que mesmo com a ocupação de parte deles, continua a promover encontros com os empresários com esse objetivo.

 

“As únicas obrigações que os empresários têm é de arcar com os custos de água e luz, ensinar o preso a trabalhar e pagar a mão de obra dele”, afirmou Deuselita. Segundo ela, de dois meses para cá, foram fechados acordos com oito empresas. Algumas já estão em funcionamento, enquanto outras devem começar a operar em 2020 e empregar 300 presos em até três meses.

 

Os empreendimentos são: uma empresa de fabricação de mesas e cadeiras – em funcionamento; uma empresa de produtos para petshop – em funcionamento; duas panificadoras – início em 16 de dezembro; duas empresas de costura industrial – início em janeiro; uma lavanderia hospitalar – início em março de 2020; uma indústria de reciclagem de plástico – início em março de 2020.

 

Além das parcerias com a iniciativa privada, a Funap realizou um acordo de cooperação com a Central de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa), que vai possibilitar a inserção de alguns presos na produção de compostagem (transformação de matéria orgânica em adubo) para a central, com início imediato.

 

Cursos de capacitação 

 

Além da inserção no mercado de trabalho, a Funap promove a capacitação de detentos em cursos nas mais variadas áreas. Deuselita conta que, em 2019, foram abertas 12 turmas, sendo três para aulas de instalação e manutenção de ar condicionado; duas para pintor de parede; duas para eletricista; duas para pizzaiolo; uma para pedreiro; uma para cozinheiro; e uma para serralheiro. Mais de 200 presos estão frequentando as aulas e, até dezembro deste ano devem concluir a capacitação.

Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso - Governo de Brasília

FUNAP

Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso - FUNAP/DF SIA Trecho 02 Lotes 1835/1845 1º Andar - CEP: 71200-020 Telefone: 3233-8215 | E-mail funapdf@yahoo.com.br